quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Nova página - CAROLICIA

Pessoal,

Migrei agora para uma nova página com um novo estilo. Agora é


Dicas de astrologia, baralho cigano, tarot, aromaterapia, bem-estar e tudo o mais!

Curtam a fanpage no facebook: Carolicia

Obrigada!!!


domingo, 9 de agosto de 2015

Paternidade x Responsabilidade


Arcano IV - O Imperador
Zeus / Júpiter
Tarot Mitológico, by Juliet Sharman-Burke e Liz Greene

Hoje, 09/08/2015, está se comemorando o dia dos pais e estamos às vésperas da entrada do planeta Júpiter no signo de Virgem, mais precisamente será no dia 11/08/2015, ficando neste signo até o dia 09/09/2016. Eu comecei a refletir bastante sobre ele, pois no dia de hoje se encontra em um grau exato com o meu Júpiter natal, quando as luzes dos holofotes e dos flashes do signo de Leão estão diminuindo e ele se vê obrigado a vestir o avental do signo de Virgem. E em um dia dos pais, claro que me fez lembrar dos pais (e gurus) que eu tive na vida.

No momento atual de nossa sociedade, com tanta discussão de identidade de gênero, de sexo, dos papéis e valores familiares e de união entre duas pessoas, me incomoda o fato de que ainda seria uma exigência para que a sociedade reconheça uma mulher como Mulher quando ela é mãe e um homem como Homem quando ele é pai. Perpetuar a genética já foi um conceito e exigência e isso não faz de ninguém um ser humano melhor, muito menos capaz de vivenciar plenamente suas capacidades, muito menos de ser feliz. Se casar não é mais obrigação e também não significa ter encontrado o amor e vivê-lo eternamente, ter um filho também não é sinônimo de felicidade.

Arcano IV - O Imperador
Legend: The Arthurian Tarot
by Anna-Marie Ferguson
Se no signo de Leão você quer ser o centro das atenções quanto à sua criatividade, gosta de ser adorado pelos demais porque é o ator principal do palco, quando chegamos ao signo de Virgem nos damos conta de que precisamos saber servir. Não basta criar, tem que colocar em ordem. Ou em outras palavras, o filho nasceu, agora eduque-o para saber, depois, como conviver em sociedade.

Se Júpiter, o grande benéfico, também chamado de pai de todos, em Leão foi coroado como rei, agora ele terá que cumprir com aquela rotina chata em seu gabinete celestial para ouvir os apelos de seus súditos, ver se tudo está funcionando de maneira adequada em seu palácio, e ainda vai ter que botar a mão na massa para que tudo funcione. Acabou a diversão! Aqui não vai mandar alguém fazer, vai ter que fazer com as próprias mãos.

Se antes eu citei sobre o papel de gênero na sociedade, a qual sempre foi dual sobre ser homem/mulher, macho/fêmea, pai/mãe, com tanta revisão de valores, a responsabilidade que eu quero falar é sobre o papel que você deve cumprir diante do que se colocou. Portanto, o que eu quero trazer à discussão é o assunto da RESPONSABILIDADE.

É um grande clichê a seguinte frase: “Com grandes poderes, se tem grandes responsabilidades”, e é isso o que eu venho pensando sobre o papel de Júpiter. Tanto faz ser homem ou mulher, se é pai ou se é mãe, mas a partir do momento que você precisa cuidar de algo ou de alguém, você deve cumprir com seu dever.

Gravura de Guru Nanak Dev
Júpiter também é chamado de “Guru”, que significa ser o mestre espiritual ou líder. Para ser um guru, independe de sua sexualidade, de seu gênero, e também de ter a sua prole. Ser um mestre, antes de tudo, é saber servir a um propósito, é compreender que é o norte de alguém, que pode ser a luz que outras pessoas precisam para encontrar respostas.

Muitas pessoas são mães e pais e não são os gurus de seus filhos. Podem assumir a responsabilidade de mantê-los, mas não conseguem ser o exemplo a ser seguido pelos seus. Quantas pessoas possuem como guru algum irmão, amigo, até mesmo o cônjuge, assim como existe pai tendo o filho como guru. Pensando assim, podemos dizer que há várias formas de sermos "pai" na vida das pessoas, não tendo a necessidade de ter o vínculo genético para isso.

Quero deixar bem claro que a minha visão de “paternidade” é essa: assumir as responsabilidades, saber servir, podendo ser um grande mestre na vida de alguém.

Faço esse texto em homenagem ao meu falecido pai que foi um grande guru em minha vida, ao meu babalorixá que é meu guru espiritual. Incluo nessa homenagem os meus gurus profissionais, os quais me ensinam o tempo todo o que eu preciso aprender, são homens e mulheres com defeitos e virtudes, mas que sabem servir ao propósito de ensinar e de boa liderança.

E aqui, dou-me conta de meu destino.

E com um novo ciclo de Júpiter se iniciando em minha vida, este é o último texto que publico nesse blog. E com essa fase “nova” de Júpiter em meu mapa astral, vem uma nova estrutura de conhecimento e auxílio que irei partilhar com vocês, como eu sempre quis fazer desde o início, de maneira didática, simples e funcional.

Em breve, conhecerão meu novo trabalho.


Obrigada a todos!

Carolina


sexta-feira, 20 de março de 2015

O Arcano XIII e o Trabalho

Arcano XIII (sem nome)
Tarot de Marseille de Paul Marteau


Tendo separado um livro da maravilhosa biblioteca onde estou hospedada, deparo-me com um texto que me chamou muito a atenção sobre cartomancia francesa com tradução em espanhol. Neste livro, ao citar os arcanos genéricos (ou substitutos) do tarô para determinados assuntos, Bruno DeNys cita o arcano XIII (sempre como “Sem Nome” e não como “Morte”) como um dos arcanos que substitui o tema principal para falar de trabalho. Mais precisamente, o que me deixou curiosa com a informação foi o termo dado para o significado deste arcano para este tema que é “laboriosidad” (em espanhol).

Sabendo que a palavra “trabalho” possui uma conotação na língua portuguesa que é diferente de sua origem, tendo significados similares ou diferentes em outras línguas, pesquisei o significado de “laboriosidad” para entender melhor a interpretação deste arcano para este tema.

"Laboriosidade - Constância no objetivo e esforço - e sem preguiça"
Traduzindo o significado em espanhol, Laboriosidade é a qualidade de laborioso, qualidade dada a quem é muito aplicado ao trabalho. Para muitos é considerado como uma virtude aquele que se dedica ao trabalho dando-lhe muita importância, executando as tarefas com muito empenho para conseguir o melhor resultado, cumprindo com os horários estabelecidos e prazos, estendendo essas qualidades ao termo “profissional”, haja vista que devem existir independentemente se as tarefas feitas dão prazer ao indivíduo.

Vendo por este ângulo, agrega-se um valor de que todo trabalho que exige esforço se torna uma força transformadora para o indivíduo, para sua empresa e para a sociedade. Vejam que eu citei a palavra “esforço” como qualidade essencial para que o trabalho tenha “valor” reconhecido perante os demais, pois a ideia é de promover o progresso com melhorias, e não somente o cumprimento de tarefas obrigatórias. Portanto, existe um juízo de valor ao utilizar a palavra “laboriosidade”, querendo qualificar um indivíduo como “laborioso”, tendo a capacidade de ser profissional, competente, fiel ao termos de seu contrato e das relações empregatícias, esforçando-se para promover melhorias individuais e em conjunto.


Na língua espanhola, “laborioso” também significa “penoso”, aquilo que possui grande dificuldade ou muita aflição. Neste ponto, sabemos que tem bastante semelhança com a conotação do significado da palavra “trabalho” na língua portuguesa.

Ainda passeando pela etmologia (eu realmente preciso citar neste artigo mas não quero me delongar), no latim temos “labor” e seu verbo “laborare”. Aqui no Brasil, muito se utiliza a palavra “labor” nos textos jurídicos para denominar e qualificar as atividades executadas através de acordo entre pessoas (físicas e jurídicas), para determinar vínculo empregatício e pactos contratuais. Entretanto, na língua portuguesa acabou-se utilizando de maneira mais usual o seu sinônimo “trabalho”, do latim “tripalium”, uma antiga técnica de tortura e sofrimento. Aí está todo o gatilho que gerou o nosso significado cultural para trabalho!

O trabalho aqui no Brasil ganhou um efeito de pena, de obrigação e sofrimento, como se a melhor coisa da vida fosse ganhar dinheiro sem ter que se esforçar. Se trabalho exige um esforço individual ou em conjunto, ele pode ser tanto mecânico (ações físicas, expressão corporal) ou intelectual (ideias, arte, elaboração de textos etc.). Até na Física se calcula Trabalho Mecânico realizado por uma força, ou seja, é necessário se mexer para trabalhar. Quem acorda feliz e se arruma para ter que trabalhar? São poucos. O dia mais mal falado da semana é sempre a segunda-feira, o primeiro dia útil da semana após um ou dois dias de descanso. E assim o nosso querido trabalho só ganha peso para a sua finalidade, significado e conotação.

Não tão distante assim, algumas conotações próximas disso foram colocadas à função da Morte, tanto nela como algo que é fato para todos, quanto o seu significado no tarô. Cabe ressaltar que a conotação negativa para a Morte é muito mais forte e difundida nas culturas e filosofias ocidentais que nas culturas e filosofias orientais.

Arcano XIII
Visconti-Sforza Tarot
Atrelando-se mais ao significado de Trabalho para este arcano pelo autor, seguem algumas qualidades positivas: o fim das ilusões; mudança drástica e definitiva; pessoa ultra perfeccionista; más relações no trabalho que te deixam frio e distante; exigente nas tarefas, com os colegas de trabalho e consigo mesmo. Como qualidades negativas, cito: o fracasso e a derrota; dificuldade para aguentar as mudanças; depressão; morte física.

Vejam que o autor colocou como qualidade positiva a pessoa ser ultra perfeccionista, e não como um defeito, além de citar quando se é exigente com as tarefas, com os colegas de trabalho e consigo mesmo. Alguém que se atrela aos detalhes e procura executar suas tarefas com o máximo de perfeição, seria digno de representar com o arcano da Morte por não deixar aberturas para melhorias porque não precisará delas. É competente e profissional, como todas aquelas qualidades que vimos sobre o que é uma pessoa laboriosa. Há de convir que nem toda pessoa competente e profissional precise ser necessariamente (ultra) perfeccionista, mesmo assim ainda continuará a ser laboriosa. E então a Morte, não erra nunca?



A frieza também é colocada como qualidade positiva nesta questão. Ser distante de emoções seria algo determinante para agir como a mensagem deste arcano. Muitas vezes, nas relações profissionais, não precisamos ser apaixonados nem por aquilo que fazemos e nem pelos colegas de trabalho. Podemos sempre agir com educação e respeito, ser profissional e competente, contudo ter essa “distância” é necessária para não se envolver em questões que podem ter um cunho pessoal, já que a finalidade do trabalho é sempre servir para aprimorar a si mesmo e ao próximo como um todo. A “paixão” que eu cito aqui se refere a envolver-se emocionalmente com as pessoas em torno de seu trabalho, transformando colegas profissionais em amigos pessoais, podendo causar saias justas em defender alguém por amizade, mesmo que este amigo que também é colega de trabalho esteja errado. Passar por cima disso e não se importar com sentimentos é o que seria a conotação de ser “frio”, tão frio como o aço cortante da foice do Ceifador, que corta a matéria que não possui resistência ao seu fio. O problema é esse “amigo” aceitar que você não tomou partido em defendê-lo porque ele estava efetivamente errado, mas isso é outro caso, como diz o ditado “Amigos, amigos. Negócios à parte”. E a Morte, é fria?

Arcano XIII
The Sorcerers Tarot

Sobre as citações do fim das ilusões e enxergar as más relações de trabalho como qualidades positivas, podemos concordar que há pessoas e há momentos em que criamos expectativas em demasia ou nos deixamos levar por fofocas e conversas que não agregam conhecimento e não ajudam em melhorias. Muitas vezes, essas ilusões acontecem quando um superior vive elogiando o nosso trabalho, toma-o para si e sempre promete que irá promovê-lo, aumentar o seu salário ou falar bem de você para alguém superior, e nunca que esse dia chega. Quando temos algum afeto por um colega de trabalho e ele sempre utiliza suas informações para benefício próprio, te deixando em maus lençóis também é outro exemplo. Más relações também se referem quando você não é aceito pelos seus colegas de trabalho por vários motivos, desde a maneira como se veste, pela idade, pelo salário ou proximidade com o superior, o que seja. Muitas vezes, você mesmo é o próprio agente que cria as más relações, propagando fofocas e tornando-se cúmplice de complôs. A Morte condiz que é importante perceber que em local de trabalho, cada um precisa fazer o seu e se o local em que se encontra não permite uma interação melhor emocionalmente, é necessário tomar uma  das seguintes atitudes: ou sai do emprego ou seja distante e frio. É ruim? É, todo mundo gosta de ser querido e elogiado, mas no mundo corporativo não precisamos ter amigos para trabalhar lado a lado, somente que cada um faça a sua parte da melhor maneira possível. Todo trabalho bem feito de forma correta, honesta e precisa será bem recompensado. E qual seria a recompensa da Morte?



Analisando os termos colocados como qualidades negativas, devemos compreender que são propulsores para fazer a transformação necessária. Eliminar o que já não cabe para poder dar espaço para o novo faz parte do processo da vida e assim também o é nas relações de trabalho. Se o atual emprego acarreta em grande desgaste físico e mental, essa carta saindo na parte negativa alerta sobre a necessidade de eliminar algumas responsabilidades (se pensarmos até que o arcano anterior é o arcano do Pendurado), ou até mesmo fazer uma mudança radical na relação de trabalho, seja com o chefe, parceiro profissional ou colega de trabalho. Quanto maior for a dificuldade em aceitar as mudanças necessárias, maior será o caos em que a pessoa esteja passando, perpetuando o sofrimento e drenando sua energia que poderia estar sendo focada para a construção de algo melhor. Não se pode ter medo de perder algo, todo espaço vazio dá lugar a algo novo que, por vezes, pode estar batendo à sua porta querendo entrar mas não encontrava espaço ou tempo para isso. Lamentar-se não resolverá e será importante decidir não se tornar mais escravo da corda (Pendurado) e cortá-la de vez.


Nós (ocidentais) temos uma resistência muito grande em aceitar a Morte, o corte definitivo de algo que amamos, esperamos, nos apegamos, dedicamos tempo de nossas vidas. Quanto maior for o apego, mais difícil será a tarefa da Morte ou as consequências de sua ação. Ainda nós - latinos -, temos muita dificuldade em aceitar a frieza e o distanciamento de determinadas situações, devido à cultura que possuímos de construir relações afetivas por onde estivermos. E por falar em ação, acrescento ainda que o termo em inglês para trabalho é “work”, que significa ação. Trabalhar é agir e assim age a Morte com a sua foice. Ela precisa executar sua tarefa não como uma pena imposta para ela, mas porque é sua natureza.

Arcano XIII
Radiant Universal Waite


Algo que gostei muito de ver nas pesquisas é que o significado japonês para “trabalho” é “aliviar, facilitar o próximo”. Se cada um souber fazer a sua parte, sem egoísmo, agirá em prol do todo, seja do seu setor, da sua empresa e da sociedade. Nosso trabalho gera riqueza, pois ganhamos como contrapartida, fruto de nossas horas de dedicação às nossas funções: salário, benefícios (como bens materiais, por exemplo) e recompensas imateriais tais como realização profissional, valorização da auto-estima e as relações de afeto que podem ser criadas – desde que a recomendação não seja o arcano da Morte para gerir essas relações.

Não lembro quando e nem onde eu vi a indicação deste vídeo abaixo, mas tem tempo. Achei tão genial não só o trabalho em si, mas a história do ofício da Morte, que é somente executar o seu trabalho de levar o corpo de quem padece, e que a culpa do falecimento é da doença, e não dela. No vídeo, a Morte fala do seu trabalho e faz seu antagonista questionar sobre o próprio trabalho.

MALÁRIA conta a história de Fabiano, um jovem mercenário que é contratado para matar Morte." "Este curta combina Origami, Kirigami, Time lapse, ilustração nanquim, quadrinhos e filmes de faroeste."
por Edson Oda

* Watch this video with lyrics in english, click here.


Fiquem à vontade para comentar :)

Obrigada pela visita.

Carolina Bamberg




Fontes de pesquisa:
- Definición: www.definicion.de
- Real Academia Espanhola: www.rae.es
- Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa: www.dicionarioaurelio.com
- Dicionário Michaelis (língua portuguesa e espanhola): www.michaelis.uol.com.br

* Texto elaborado para pesquisa.

quarta-feira, 18 de março de 2015

Código de Ética do Tarot


Por que é importante dispor de um código ético? 

O uso profissional do Tarot em aconselhamentos é uma atividade que não conta com uma formação homologada – tanto na interpretação do oráculo quanto na condução do atendimento em si. Muitos tiveram acessos a cursos e workshops, presenciais e/ou online. Muitos se desenvolveram de forma autodidata através de diferentes livros e conteúdos disponíveis na internet – ou através de uma única fonte. Muitos possuem acentuadas faculdades psíquicas e têm um jeito próprio de acessar informações e transmiti-las ao consulente. Independente dos antecedentes e da habilidade de cada um com as cartas, o objetivo de um código ético não é dizer como as pessoas devem trabalhar, mas estabelecer parâmetros seguros e adequados de atuação, protegendo o profissional, aquele que procura este tipo de orientação e o segmento como um todo.


RECOMENDAÇÕES PARA O BOM USO DO TAROT

Recomendações para o consulente

1. É conveniente esclarecer que somos intérpretes do Tarot e não videntes. As cartas refletem a situação proposta (através da sincronicidade) e a evolução desta situação. O Tarot e a vidência são dois campos distintos, ainda que possam coexistir. Nós não “vemos”, mas “interpretamos” as cartas.

2. Devemos colocar as perguntas de forma clara. Devemos saber que o Tarot é um oráculo e quanto mais concreta for a pergunta, melhor. Quanto mais clara a pergunta, tanto mais clara será a resposta.

3. Quando alguém nos pergunta sobre tempo, devemos saber que no inconsciente não há tempo, pois é igual ao mundo dos sonhos, onde se vivem acontecimentos sem sabermos em que época eles acontecem. O Tarot marca eventos, não datas.

4. O futuro é consequência de nossos atos, ainda que sejamos condicionados, sim, pelo país onde nascemos, a raça, a família etc. O Tarot nos ajuda a compreender nosso presente, para criarmos nosso próprio futuro.

5. Graças ao Tarot podemos identificar os fatores que afetam o destino do consulente, ou seja, as lições que ele precisa realizar ao longo de sua vida. O futuro (ou seja, as ações concretas através das quais se realiza este aprendizado) é definido por cada um com o seu livre arbítrio.

6. O Tarot não foi criado para responder a perguntas como: “Vou ganhar na loteria?”, “Quando morrerá tal pessoa?”, “ Quantos anos viverei?”. Ele é, antes, uma ferramenta que permite vislumbrar novas e/ou diferentes possibilidades.

7. Quem realmente leva o consulente a optar pelas cartas é seu próprio inconsciente, escolhendo as lâminas que lhe podem oferecer mais ajuda naquele momento e dando a resposta e/ou o conselho que ele realmente necessita, mesmo que não seja o que ele espera ouvir. O Tarot responde, em primeiro lugar, ao consulente.

Transcrição de parte do Código de Ética do Tarot.
Conheça o código completo (clique aqui).




segunda-feira, 2 de março de 2015

Par Perfeito

Se é tão difícil encontrar o par perfeito amoroso, imagine para quem precisa de doação de medula óssea...



Participe. Só 5 ml de doação de sangue. :-)

Carolina


segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Dieta Mental - diário


Neste último domingo, 22/02/2015, lancei o desafio da #DietaMental. Serão #42dias até a Páscoa, com 42 dicas que vão auxiliar na perda de peso físico, mental, emocional e espiritual, proporcionando um grande ajuste na energia pessoal como um todo. Para muitos, a vida volta à rotina normal nesta segunda-feira, 23/02/2015. Muitos que se prometeram regimes e não começaram no início do ano, começarão também. Ao invés de sobrecarregarmos o corpo com ações que não ajudam por falta de espaço, que tal começarmos uma dieta mental?

Acompanhe na fanpage da ANALISE CÁRMICA AUTOCONHECIMENTO E DESTINO as postagens todos os dias, às 11 horas da manhã (horário de Brasília). Não consegue manter o armário organizado? Está sempre preocupado com contas a pagar? Não entende porque o outro ganha o que deseja e você não? Siga as dicas e liberte-se das gorduras conceituais e emocionais que atrapalham a sua vida.

Carolina  Flor  Cigana

* Este post será atualizado todos os dias com as 42 dicas.

_________________________________________________________________

24/02/2015 - #dia02 #42diasDietaMental



Após o reconhecimento de que precisa mudar os hábitos, é hora de elencá-los. Escreva na agenda, no caderno, na internet, o importante é que a lista precisa estar em fácil acesso para você.

Saiba que estes hábitos que precisam de uma dieta são aqueles que prejudicam o seu dia-a-dia de várias formas, como por exemplo criar expectativa com outras pessoas, fazer compras sem ter certeza de que vai conseguir pagar as prestações, procurar viver a vida dos outros fuçando o facebook deles.

Não se preocupe. Se você elencá-los hoje, saiba que ao longo dos próximos 40 dias acrescentará novos itens na lista ao reconhecer o que precisa mudar.

Já está se sentindo mais leve?




_________________________________________________________________





O primeiro passo para uma dieta é reconhecer que precisa mudar os hábitos. Algumas pessoas aceitam naturalmente, outras precisam enxergar com novos olhos a si próprio. Um hábito muito comum e que indica a resistência às mudanças é a justificativa "Os OUTROS que me amem do jeito que sou".
Então, vamos à pergunta: VOCÊ realmente se ama, de verdade? VOCÊ se relacionaria com você mesmo(a)? Que argumentos você usaria em defesa própria para ser aceito(a)? Se fosse promotor, que acusações faria que lhe condenaria a não ser aceito pelos outros?
Reconhecer as virtudes e defeitos é o primeiro passo para reconhecer que há hábitos que precisa mudar. Se amar é o quesito essencial para a mudança, pois você só precisa de VOCÊ para ser feliz!

* O exercício foi tão bom, que o Universo conspirou para que eu visse esse vídeo. Espero que gostem. Estimulação da glândula TIMO. Tem tudo a ver com o propósito.


_________________________________________________________________





segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Pendurado procura por amor verdadeiro

Arcano XII - O Pendurado
Mystic Dream Tarot

Ninguém sabe o que é o verdadeiro amor até doar a sua própria vida por alguém. E é assim que eu penso sobre como amar e ser amado em minha vida de Pendurado.

Arcano XII - O Pendurado
Northern Shadows Tarot
Tenho todos os dias as oportunidades para me desatar de meu destino, mas eu fico porque gosto. Algo muito ruim que me entristece muito é saber que todo o esforço que eu faço pelos outros, acabo não sendo reconhecido. Como eu colho ingratidão! Mas... será que esta ingratidão toda é porque as pessoas não merecem o que eu faço ou eu acabo fazendo querendo reconhecimento? Preciso pensar e lembrar disso todos os dias para que eu não sofra além do que me imputei como karma.

Quantas vezes escolhi pessoas para ouvirem meus lamentos? Eu sei que enchi o saco muitas vezes, mas tudo o que eu queria era compreender melhor o ser humano. Ah... o Ser Humano!!! Poxa, eu valorizo demais a vida, por que as pessoas possuem tanto ódio dentro do coração? Eu realmente não gosto de assistir noticiários em que só apresentam a podridão humana, muito menos participo de eventos que promovam isso.

Meu coração é uma manteiga. Eu realmente sinto pena de quem está passando por necessidades. Meu sonho é poder ser um gigante, ter super poderes, estar em vários lugares ao mesmo tempo para salvar a todos. Ah, se eu fosse um milionário, viveria promovendo eventos sociais humanitários e sustentaria muitas instituições de auxílio a quem precisa.

Eu tenho uma queda pelo passado. Tenho uma dificuldade imensa em deixar algo para trás para seguir adiante. Eu passo horas, dias, meses me remoendo e pensando em todas as palavras que eu poderia ter dito, nas palavras que eu disse e que poderiam ser outras, nas oportunidades que deixei de tomar iniciativa por medo da rejeição e quase sempre dou segundas, terceiras e quartas chances para amores e amigos que me procuram pedindo perdão. Afinal, errar é humano e eu gosto de ver a verdadeira humanidade nas pessoas.

E por eu ter medo da rejeição, acabo cometendo sempre os mesmos erros. Não ato e nem desato. Dificuldade imensa em seguir adiante, porque quero ser tão justo, tão correto com os outros, que sempre me sacrifico por conta disso. E levo tombo. E quebro a cara. E ainda sou capaz de dar a outra face para bater... Coisas do amor ao próximo.

Arcano XII - O Pendurado
Tarot of a Moon Garden
Cultuo demais o feminino, a lua em todos os seus aspectos, pois acredito que a beleza está nas profundezas da alma, no âmago de cada ser. Ser um homem, ser viril e altivo, para mim é uma questão de que precisa ser mais consciente de que quem manda no mundo é o feminino, Gaia. Não tenho boas impressões masculinas, e algumas mulheres, para mim, acabam sendo omissas em muitas coisas. Sempre procurei pelo reconhecimento de minha mãe, mas para ela sempre era tudo “tanto faz”, ou “não fez mais do que sua obrigação”. Como odeio comparação, preferi então me largar disso pois não adiantaria de nada.

No amor, procuro por alguém que seja calma, tranquila, e que aceite essa minha compaixão pelas almas. Eu adoraria ter meus dias de “não estou nem aí”, e por isso que preciso de alguém que me dê o colo que tanto preciso, principalmente para que eu chore quando meu esforço não for reconhecido. Uma mãe em vários sentidos, por que não? Tudo bem, ela terá até que tomar algumas decisões por mim, ser bem mais prática do que eu, pois eu confesso que sou um verdadeiro bobão com as pessoas. Mas é assim que eu amo.


Arcano XII - O Pendurado
Marco Polo Tarot
Tarot of the Journey to the Orient
Somente me realizo se eu consigo ajudar alguém. E adoraria que minha companheira de vida fosse uma mulher que entenda esse meu lado, segura de si, pois eu sempre voltarei para ela. Todos os dias de minha, direi verdadeiramente que a amo, em todos os sentidos.

Enquanto espero, vou mergulhar profundamente nos mares do inconsciente, acredito que somente uma pessoa como eu consegue garimpar lindos tesouros escondidos nas areias do interior da alma de cada ser... Que Munin e Hugin tragam as notícias e as visões para que eu saiba o que eu preciso enquanto eu estiver nesse estado.


Porque eu gosto de ver sob outro ponto de vista que ninguém mais vê. Quem não quer um amor assim? Estou aqui, pendurado, esperando...






Carolina d'Oguian

Texto inspirado no Mapa Natal e Arcano Pessoal do Pendurado. Para um amigo meu que foi o primeiro Pendurado que li e agradeço sempre pela análise feita.
Observação: ele voltou para um antigo amor, este amor pediu desculpas e ele perdoou.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Alma e coração colocados em forma de argila




Artesanato feito de alma, coração e argila por Ana de Danann

A alma e o coração colocados em forma de argila

Após o recebimento de minha última encomenda, senti uma necessidade muito grande de criar um artigo para falar sobre os produtos desta artesã. Após uma viagem curta mas que o retorno foi conturbado, chegando em casa super cansada, deparei-me com uma caixa imensa e fiz questão de abri-la antes de eu ter que desfazer minhas malas. E foi muito grata a surpresa que eu tive.

Ana de Danann eu conheci através do facebook, quando um contato curte ou comenta a publicação de outro. Sua fanpage se chama ARTESANATO FEITO DE ALMA, CORAÇÃO E ARGILA e sempre publica as novidades que possui.

Sempre me interessei pelos colares de macramê com pedras e tratei de fazer minha coleção com ela. Nunca me arrependi de nenhuma compra, mesmo com o gasto do frete em relação ao município de Mongaguá – SP até o Rio de Janeiro (capital).

Labradorita e Quartzo Rosa
Produtos de Ana de Danann
Quando a Ana passou a divulgar anéis e colares em prata com pedras, fiquei ainda mais feliz em saber que eu poderia realizar meus desejos. Meus anéis que as pessoas veem e elogiam o tempo todo são vindos dela, os “anéis de bruxa”. O trabalho é artesanal e único e é importante ser visto com o olhar de quem gosta de ter algo exclusivo.

Quando a Aninha (é assim que a chamamos carinhosamente) publicou o primeiro castiçal de um elemento, eu já logo a chamei inbox e falei “reserve para mim e encomendo todos os outros!”. Havia um tempo em que conversamos sobre como encontrar uma maneira de fazer castiçais para os elementos e fiquei surpresa que ela tenha desenhado e realizado.

Sabe o que me causou maior espanto? É a primeira vez em que compro um artefato de argila dela. Ela sempre faz imagens voltadas ao paganismo, e tem todo o cuidado em fazer aquilo que encomendam. E o melhor realmente foi guardado para a chegada deles!

Placa "Blessed Be" e Palo Santo
Encomendei dois colares, com labradorita e quartzo rosa. E abrir uma caixa de Ana de Dannan é saber que o ambiente será invadido por um perfume que só ela coloca ali. O que veio? Palo santo!!! E ainda uma linda plaquinha de “Blessed Be”, a qual eu vou colocar em um local especial.

Mas, poxa, como encontrar palavras sobre os castiçais? Não há palavras. As fotos não mostram o que não se pode ver, só sentir: a energia. Peguei neles e ouvi “são perfeitos”. Emocionei-me. Não sei se todos pensam como eu, mas receber um trabalho que é feito com dedicação, é um privilégio. Nestas imagens, há carinho, amor e suor dos dedos de uma bruxa artesã. E como eu valorizo isso!!!

Eles são perfeitos! Mil palavras não diriam a sensação que eu tive e que estou tendo. Só peço para que o Universo possa retribuir quantas vezes forem necessárias à Ana de Danann a minha gratidão por ter feito essas peças.

Visitem a fanpage no facebook. Vale muito à pena!!!


Carolina d’Oguian








quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

ARCANO PESSOAL - Método de Jaime Hales




Desde o mês de novembro/2014, estou devendo uma matéria para falar sobre a minha experiência no curso do Arcano Pessoal pelo método do Jaime Hales. Como já notaram, consta em minha lista de Serviços esse método, e agora acredito ser o momento justo para contar como foi o curso e explicar sobre o método.

Há publicações que definem uma forma de se encontrar o Arcano Pessoal da pessoa pela data de nascimento, sendo um critério de simples redução numérica, também fazendo da mesma forma para encontrar o Arcano Pessoal do ano da pessoa.

O método do Jaime Hales possui uma diferenciação neste cálculo, com regras específicas de redução de números para a data de nascimento para se descobrir o Arcano Pessoal natal e também para se descobrir o Arcano Pessoal do ano.

A diferença não para por aí. Você tem a possibilidade de analisar uma pessoa a partir da sequência numérica de somatório que dê um número menor que 78, iniciando a análise a partir dos seus arcanos menores até chegar ao arcano maior.

Tendo em mãos o Arcano Pessoal, dá-se início à montagem do Mapa Natal através do Arcano Pessoal, o qual funciona como um mapeamento de 22 áreas da vida da pessoa (tal como um Mapa Astral natal com 12 casas astrológicas).

Mapa Natal com o Tarô, utilizando o Arcano Pessoal
Método de Jaime Hales

Da mesma forma como se pode montar o Mapa Natal, monta-se o Mapa do Ano utilizando o Arcano Pessoal do ano. Esta energia é renovada/alterada sempre a partir da data de aniversário, todos os anos.

Elaborei um Mapa Natal para um cliente e a resposta do mesmo sobre a análise apresentada foi: “Em anos de terapia, nunca consegui encontrar as respostas que você me deu agora de forma tão clara e evidente sobre o que sou, meus medos, meus traumas, onde preciso focar minha energia e no que preciso melhorar”.

Os meus estudos não param por aí. Além do conteúdo publicado em livros do Jaime Hales como “Yo Soy mi Arcano” e “El Arcano Personal”, ainda converso e estudo com outros profissionais que fizeram o curso, além de utilizar em minhas consultas para somar experiências. Há diferenças na maneira de ver o mundo entre homens e mulheres e isso se reflete na interpretação dos arcanos no Mapa. Não pode ser usado como receita de bolo.

Desta forma, recomendo o curso para os profissionais do tarô que buscam uma ferramenta a mais para compreender melhor os seus clientes, principalmente aqueles que fazem do tarô uma ferramenta para análise e terapia, seja de si mesmo ou de clientes.

Próximo curso: 07/03/2015, em São Paulo. Inscrições clique aqui.

Carolina d’Oguian

Curso de Arcano Pessoal com Jaime Hales
Fadas do Bem - novembro/2014



Introdução ao Método do Arcano Pessoal, segundo Jaime Hales

(Trechos do texto de Jaime Hales do material produzido para palestra
 pro Tarolog - Tradução por Katharina Dupont)

Cada carta do Tarô conecta com a mais profunda sabedoria e abre um caminho até o conhecimento pessoal e, por tanto, ao encontro com uma verdade transcendente. Quer dizer, cada carta poderia bastar - em uma perspectiva de desenvolvimento pessoal - para adentrar até os mais profundos segredos da alma.

Há 22 caminhos que nos conduzem até o mais profundo de nós mesmos, através de tudo que nos rodeia incluindo nossas próprias limitações e dificuldades. Todos nascemos regidos por uma determinada carta que compõe o baralho de tarô, em especial dos Arcanos Maiores.

Para encontrar esta carta o que devemos fazer é procurar, a partir da data de nascimento e através de um processo de redução somatória, um número que esteja na escala de 1 a 22. Este número revela qual carta que rege cada pessoa e a denominamos Arcano Pessoal.

Esta informação me diz:
- Que sou este Arcano;
- Qual é a minha tarefa nesta vida, quer dizer, aquilo para qual eu nasci. Isto tem a ver com os significados da carta natal ou do Arcano Pessoal: no macro e no micro. Quando tomo consciência desta informação, posso usá-la como uma força para meu crescimento. Se sei minha tarefa, caminharei até ela;
- Que nasci com estes atributos e características;
- Quais são minhas principais limitações, esperanças, frustrações, defeitos, recursos que devo usar para me desenvolver nesta vida;

Além do Arcano Pessoal existe o chamado Arcano Implícito. Trata-se de um recurso profundo e, de certa forma, o limite ou a exigência mais imediata que se expressa no número que surge da redução da somatória do Arcano Pessoal, se o número do meu Arcano Pessoal é superior a 9 (tem dois dígitos).

O Arcano implícito acompanha intimamente a pessoa, dá recursos adicionais, permite uma outra forma de ver sua realidade, é a forma de levar suas tarefas adiante quando o mundo concreto mostra resistências ou apresenta dificuldades intransponíveis.

Nós também temos um arcano pessoal anual. Desta forma cada vez que fazemos aniversário iniciamos um novo período de nossa vida, no qual nosso Arcano pessoal será acompanhado por um outro Arcano Maior.

Seguindo a mesma forma de cálculo, mas desta vez para encontrar o primeiro número dentro da escala de 1 a 78 e logo os seguintes, até encontrarmos o Arcano Maior, teremos os arcanos menores que nos pertencem e nos ajudam a nos definir.

O Arcano Menor permite-me descobrir e determinar energias pessoais e recursos específicos com os quais devo trabalhar, desenvolver e utilizar durante o curso de minha vida.



Próximo curso: 07/03/2015, em São Paulo. Inscrições clique aqui.






sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Mulher Mundo e Homem Mundo - O casamento que existe

Arcano XXI - O Mundo (Radiant Rider-Waite)
O Coração (Mystical Lenormand)

O que é um relacionamento bem sucedido? Para alguns, utiliza-se o conceito ideológico e religioso de que é aquele que dura "até que a morte os separe". Para outros, utiliza-se outro conceito ideológico de que é o amor eterno. Para uma parte mais realista, o relacionamento bem sucedido é aquele em que ambos possuem o mesmo ponto em comum e que progridem sem ameaçar o outro, não importando por quanto tempo dure.

O anúncio da “Mulher Mundo procura por Homem Mundo” rendeu um ótimo debate. Em tese, dois semelhantes tão completos, complexos e exagerados não poderiam ficar juntos, em momento algum. Mas sabemos que a vida dá oportunidades que só cabe a nós trabalharmos para viver ou chegar à Felicidade. Nenhum pragmatismo é capaz de superar as experiências de vida.

Desta forma, venho apresentar a vocês um texto que fiz a partir de uma entrevista com uma amiga e cliente, que é uma Mulher Mundo (não é a mesma do anúncio amoroso), e que é casada com um Homem Mundo.

Muitos podem julgar neste momento “Eles não vão dar certo!”, ou “Esse casamento logo vai acabar!”, ou ainda “Um vai engolir o outro!”. Então eu lanço a seguinte pergunta: estes julgamentos também não servem para TODOS os casamentos? Estamos lidando com pessoas, com a alma humana e precisamos enxergar além. Almas se reconhecem, não importando a idade, cor, sexo, signo ou arcano do tarô. 

Desejo para o casal em referência que o amor de vocês perdure por muito tempo, que continuem sendo intensos, respeitando a individualidade do outro.

Obrigada pela entrevista!

Carolina d’Oguian

 ---------------------------------- x ----------------------------------


Olá, eu sou uma Mulher Mundo e sou casada com um Homem Mundo.

Vim aqui contar a minha história de amor com meu marido que eu adoro e amo como tudo aconteceu. Eu acredito em Destino, pois a forma como nos conhecemos pela primeira vez foi inesperada. Eu não acreditava que eu iria me casar, pois eu sempre tive esse tipo de pensamento sabotador feminino de que eu não nasci para ter um relacionamento sério ao ponto de casar-me, muito menos com alguém que eu fosse conhecer em um ponto de ônibus.

Eu estava indo fazer a prova da FATEC (São Paulo), tinha só 19 anos. Eu sempre saí adiantada pra todo tipo de compromisso e justamente neste dia eu estava consideravelmente mega atrasada (no meu parâmetro). E lá estava eu na fila do ponto de ônibus quando um rapaz muito bonito começou a puxar assunto comigo. Só existem dois motivos os quais eu correspondi à conversa: o primeiro deles é que ele foi super respeitoso e não me cantou, o segundo motivo é que ele era muito bonito – confesso.


Eu sou baixinha, tenho só 1,55m de altura, nunca me senti um mulherão. Apesar disso, sempre recebi cantadas, e o que me deixou super encantada por ele foi o fato de conversar comigo sem demonstrar pretensão, diferente de todos os outros. Querem saber a tal da ironia do Destino? Ele nunca usa ônibus, seu carro estava no conserto e ele sempre sai atrasado. Parecia que era para acontecer mesmo.

Ele pareceu ser um rapaz super inteligente e sério, e vocês vão achar um tanto óbvio que o assunto da conversa foi sobre as coisas que ele conhecia. Talvez ele quisesse aparecer para mim, não é? Mas eu gostei de ver aquela pessoa querendo me contar suas experiências como se fossem uma grande novidade para mim, o que era de verdade.

O papo estava tão bom que mal percebemos o tempo passar e chegamos ao nosso destino, ele iria fazer a prova no mesmo local. Chegando lá, lembramos que precisávamos trocar os nossos contatos para continuar aquele papo gostoso. Como precisávamos fazer a prova, dali nos separamos e cada um procurou a sua respectiva sala. Quando me apresentei ao fiscal, fiquei sabendo que estava na escola errada. Se para mim, por eu estar naquele ponto de ônibus  significava estar mega atrasada, imagine só como eu consegui ficar desesperada neste momento!

Fui correndo para a outra escola, dessa vez a correta. Estando novamente em uma fila, dessa vez para entrar na sala e passar pela vistoria do fiscal, afobada, olho para o lado e meu futuro marido estava lá, na fila da sala ao lado. Ele também foi para a escola errada e, pelo visto, tinha que fazer a prova no mesmo local que eu. Sorrimos e achamos graça de novamente nos encontrarmos. O Destino fazendo nossa história.

O Anel
(Gilded Lenormand)
Depois da prova, passamos a conversar através de programa de mensagens na época. Ainda levamos duas semanas para nos encontrar novamente. De imediato, ele me pediu em namoro e eu amei isso. O tempo de estarmos juntos era tão bom, ele era tão romântico que com 8 meses de namoro eu o pedi em casamento. Isso mesmo, fui eu que fiz o pedido! Somente 3 meses de noivado enquanto os proclamas corriam, organizei tudo e nos casamos no civil. Estamos casados até hoje.

Nosso casamento passa pelos mesmos desafios que qualquer outro. Já vivemos momentos muito difíceis, mas também vivemos momentos de paraíso. Temos picos de muito amor e felicidade, mas também picos em que precisamos ser fortes para continuar o casamento, acreditando que nos amamos. Ele mudou muita coisa para melhor, procurando demonstrar um pouco mais os seus sentimentos, ser mais carinhoso, a abraçar e até a falar “eu te amo”. Pode ser por minha causa ou porque ele amadureceu.

Nossas diferenças acabam conflitando algumas vezes. Adoro fazer surpresas, adoro cuidar, e ele é o extremo oposto. Ele sempre se achou superior e eu me colocava sempre para baixo. Quando eu quero alguma coisa, tenho em mente de que preciso me esforçar e correr atrás, tendo que abrir mão de certas coisas para poder conseguir. Já meu marido acredita que as coisas acontecem porque devem acontecer, de maneira simples e fácil e tenho para mim que este tipo de pensamento prejudica-o muito, me prejudicando por tabela. Para ele, eu sou perfeita e que não há nada que ele queira que eu mude.

Por vezes eu fico em um dilema, acreditando que eu estou exigindo demais dele, ou tento reconhecer que ele pode ter mudado (em relação à pessoa que ele era antes, quando eu o conheci). Adoraria que ele me obedecesse (risos)... Mas uma coisa que eu gostaria muito é de tomar o lugar dele e que ele tomasse o meu lugar, para assim compreendermos melhor um ao outro.

Se me perguntarem se eu me imagino estando velhinha junto a ele, eu digo “sim” e “não. Eu respondo "sim" por eu perceber que ele é a pessoa com quem eu quero estar ao lado por toda uma vida e além dela; respondo "não" porque sei que tudo na vida tem um tempo certo para existir e uma cigana me contou que há uma missão entre nós dois e que partirei assim que completá-la. Apesar de eu ter melhorado minha autoestima e de ter parado de me autossabotar, eu ainda me importo – e muito – que ele me elogie, que seja carinhoso e prestativo. Sei que faz parte do dia-a-dia de um casamento, nós precisamos construí-lo todos os dias e só depende de nossos esforços, de mais ninguém.

Acredito essencialmente no Amor. E é neste amor que seguimos em frente.



O meu Mundo só é mais Mundo por estar ao lado dele.
Foto do casal Mundo deste artigo
(cedido pela Mulher Mundo)